Sustentabilidade

Desenvolvimento de pessoas

A energia criativa e inovadora da juventude

Projeto Pulsar mobiliza alunos para empreender soluções energéticas de impacto social

A+ A-
  • Apresentação do espaço de inovação da AES no Cubo
  • Patricia Byington, gerente do Instituto AES
  • Marina Santos, do Impact Hub
  • Oficina
  • Oficina
  • Roda de conversa

Como empoderar os jovens que vivem nos grandes centros urbanos para gerar ideias inovadoras e empreendedoras, que possam transformar suas vidas e de suas comunidades? 

A partir desse questionamento, o Instituto AES criou o Projeto Pulsar, em parceria com o Impact Hub e o Centro Paula Souza, com o objetivo de estimular a cultura empreendedora e a inovação social em estudantes de 14 a 18 anos de Escolas Técnicas Estaduais (ETECs). 

Para essa iniciativa foram selecionadas três ETECs da capital paulista: Itaquera, Tereza Aparecida Cardoso Nunes de Oliveira, no bairro de Arthur Alvim, e Prof. Horácio Augusto da Silveira, na Vila Guilherme. Ambas divulgaram internamente o programa, que teve a adesão voluntária de 177 estudantes, no total.

Utilizando a energia como eixo temático, a abordagem foi realizada com base na realidade dessas escolas e considerando as regiões atendidas pela AES Eletropaulo. Nesse trabalho foi feito um alinhamento da metodologia do Impact Hub com a missão do Instituto AES e com os compromissos da Agenda 2030 da ONU, com o propósito de atender às principais necessidades das comunidades e ETECs selecionadas no projeto. 

Oficinas e workshops vivenciais

Na primeira fase do projeto, concluída no mês de outubro, foram realizados encontros semanais dos profissionais do Hub com os estudantes, quatro oficinas temáticas para trabalhar a comunicação das propostas, assim como a responsabilidade e a autonomia nos participantes. 

Já em novembro, além dos encontros semanais, foram realizadas duas oficinas para a melhor estruturação das propostas, como a resolução de problemas, a criatividade e a inovação. Também aconteceu, nos dias 13 e 14 de novembro, o encontro presencial dos alunos das três ETECs com a equipe do Instituto AES, no prédio do Cubo, em São Paulo. 

Patricia Byington, gerente do Instituto AES, e Petrina Santos, gerente de Programas e Projetos do Impact Hub, conduziram as atividades dos grupos. Patricia apresentou os projetos do Instituto AES nesse primeiro ano de atividade e fez uma visita guiada ao espaço de inovação da AES no rooftop do Cubo. Além dos estudantes se reunirem em grupo para dar sequência aos projetos, interagiram com a equipe do Instituto e fizeram perguntas relacionadas aos projetos da organização, e também tiraram dúvidas sobre inovação e empreendedorismo social ligados à temática da energia. 

Para o aluno Ricardo Yuri da Silva, da ETEC Itaquera, o Pulsar superou suas expectativas. “O projeto é mais do que eu esperava, pois, além de me fazer pensar em mais oportunidades de empreendedorismo, ainda comecei a refletir sobre as questões energéticas. Acho importante porque a gente abrange lugares e pessoas que não têm acesso à energia, e eu acho legal pensar nesse impacto social”. 

Já para o estudante Kaio Guadanholi dos Santos, da ETEC Tereza Nunes, “a iniciativa do Pulsar é bem interessante porque estamos aprendendo coisas novas, tanto sobre energia quanto inovação e empreendedorismo. Esse programa acopla vários assuntos e a gente aprende bastante com as dinâmicas entre os grupos. Nessas oficinas consigo aprender coisas diferentes, de uma forma colaborativa e em prol de um objetivo maior”. 

Outro participante assíduo do Pulsar é o vice-diretor da ETEC Itaquera, Silas Puerta. “Nós divulgamos nas salas de aula a metodologia do Impact Hub para trabalhar, nas oficinas, os conteúdos ligados ao tema da energia com impacto social. A adesão voluntária os alunos foi bastante significativa. Inspirados nesse projeto, ano que vem daremos continuidade e vamos trabalhar com os alunos em prol dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)”, diz Puerta.

Energia para empreender - Demoday

No dia 09 de dezembro ocorrerá o encontro de encerramento e celebração da conclusão do projeto. Nesse dia, 16 grupos pré-selecionados apresentarão seus trabalhos a uma bancada de jurados, que farão a escolha dos projetos mais inovadores. As três equipes mais bem avaliadas serão premiadas. Aguarde! 

Ao impulsionar a inovação social, o Instituto AES atua para viabilizar novas soluções de energia e de geração de renda que provoquem transformações na população de baixa renda. Assim, ao aliar ideias inovadoras com benefícios sociais contribui para impactar, positivamente, a vida de muitas pessoas e comunidades.

Notícias relacionadas

Desenvolvimento de pessoas

Estamos no Guia EXAME Mulheres na Liderança

AES Eletropaulo é a campeã no setor elétrico por promover a igualdade de gênero

Desenvolvimento de pessoas

Um Dia das Crianças diferente

Feira de trocas e visitas de voluntários do Instituto AES agitam o Centro Educacional Infantil Luz ...

Desenvolvimento de pessoas

Mentoria online para jovens cidadãos

Projeto inédito do programa Energia do Bem orienta estudantes em período de escolha de carreira

Houve um problema no envio da mensagem.
Por favor, tente novamente.