Sustentabilidade

Educação para a sustentabilidade

Estudantes engajados fazem a diferença

Alunos do projeto AES Eletropaulo nas Escolas desenvolvem ações criativas sobre o consumo consciente de energia

A+ A-
  • Entrevistas com os moradores do bairro
  • Entrevistas com moradores do bairro
  • Entrevistas com moradores do bairro
  • Entrevistas com moradores do bairro
  • Fixação de cartazes (lambe-lambe)
  • Fixação de cartazes (lambe-lambe)
  • Alunos da EMEBS Madre Lucie Bray
  • Oficina de micro audiovisual
  • Exposição dos fanzines nasede da AES Eletropaulo
  • Exposição dos fanzines nasede da AES Eletropaulo

Muita coisa boa tem acontecido no projeto AES Eletropaulo nas Escolas. Os alunos do Núcleo de Ação para a Eficiência Energética (NAEE) têm dado um show de engajamento e criatividade para alertar a comunidade escolar, seus familiares e vizinhos sobre o uso consciente da energia elétrica e da água. 

O primeiro desafio do NAEE é descobrir como a escola consome esses dois recursos. Os alunos fazem um mapeamento de todos os equipamentos elétricos e hidráulicos, e entrevistam os diretores sobre os hábitos de consumo na escola. Com as informações em mãos, o desafio seguinte é envolver e convencer os demais alunos da escola para participarem ativamente do projeto. 

Confira, abaixo, algumas das ações realizadas no mês de outubro. 

Como convencer as pessoas a serem mais responsáveis?

Os NAEEs realizaram Campanhas de Utilidade Pública para ressaltar a responsabilidade de todos no consumo de energia elétrica e de água. Algumas escolas decidiram ir além e envolveram os moradores da comunidade neste compromisso. 

Os alunos da EMEF Professor Mailson Delane e da CEMEIEF Professor Darcy Ribeiro vestiram a camiseta do projeto e saíram pelo bairro para verificar o consumo elétrico dos moradores. Os estudantes visitaram dezenas de residências e foram muito bem recebidos pelos moradores, que responderam à pesquisa e ainda elogiaram a iniciativa das crianças.  

Após as visitas, os estudantes estão calculando o consumo mensal dos equipamentos elétricos de cada residência e retornarão, neste mês, para contar aos vizinhos  quanto os equipamentos consomem mensalmente de energia elétrica. 

Já os alunos da EE Professor Caran Apparecido Gonçalves produziram cartazes alertando as pessoas sobre o consumo indireto de energia elétrica e de água. Utilizaram a técnica do lambe-lambe, que é uma forma de intervenção urbana utilizada para abordar assuntos de relevância pública. Os integrantes do NAEE percorreram as ruas do bairro e fixaram suas mensagens em estabelecimentos públicos (supermercados, comércios e outras escolas do bairro). 

Cada escola encontra sua forma de disseminar os conceitos do projeto aos alunos. Na EMEBS Madre Lucie Bray, escola bilíngue para surdos, os professores estão adaptando os materiais didáticos para que todos os alunos possam realizar os desafios do projeto, iniciativa que vem trazendo resultados muito positivos. 

Ações sobre o tema da segurança na rede elétrica

Os alunos do NAEE são convidados a produzirem vídeos, de até um minuto, sobre a segurança com a energia elétrica, dentro e fora de casa. 

A  Escola Estadual Professor Leopoldo Santana decidiu aderir ao convite e  reuniu  os estudantes para participar de uma oficina de edição dos micro audiovisuais sobre segurança na rede elétrica. Os estudantes levantaram várias perguntas sobre eletricidade e segurança, e escolheram algumas para serem gravadas e encaminhadas à AES Eletropaulo. Até o momento, foram mais de 400 vídeos produzidos. Destes, 10 finalistas serão enviados para os jurados e dois deles serão premiados. 

E para quem quiser saber de tudo um pouco?

No dia 30 de outubro, os alunos da EMEF Benedito de Jesus Batista Laurindo - Padre Batista participaram de uma oficina de fanzine, publicações constituídas de recortes, para reunir registros relacionados ao projeto. Os fanzines foram expostos na escola e na sede da AES Eletropaulo para que as pessoas pudessem conhecer o que está acontecendo no projeto. 

E tem muito mais acontecendo no projeto AES Eletropaulo nas Escolas! Somente neste ano, mais de 80 mil alunos de 200 escoas públicas estão participando. Em breve, teremos mais novidades! 

Desde 2009, o AES Eletropaulo nas Escolas é realizado com recursos do programa de Eficiência Energética da ANEEL. O projeto integra o pilar Formação do Cidadão, do Instituto AES. Em oito anos, já atingiu mais de 1,5 milhão de alunos e professores de 2.500 escolas públicas do estado de São Paulo.

Notícias relacionadas

Educação para a sustentabilidade

Energia que gera conhecimento

Confira as ações de formação do projeto AES Eletropaulo nas Escolas

Educação para a sustentabilidade

Escolas e professores se mobilizam por um objet...

Muita energia envolvida nas capacitações do projeto AES Eletropaulo nas Escolas

Educação para a sustentabilidade

Um setor e uma companhia em plena transformação

AES participou do evento Líder 2030 Talks para discutir a relevância da sustentabilidade nos negócios...

Houve um problema no envio da mensagem.
Por favor, tente novamente.