Sustentabilidade

Desenvolvimento das comunidades

Pela conservação das onças-pardas e dos lobos-guarás

Projetos em parceria com ONG Pró-Carnívoros visam à preservação da fauna no entorno das usinas da AES Tietê

A+ A-
  • Onça-parda
  • Onça-parda
  • Lobo-guará
  • Lobo-guará

Manter uma relação equilibrada com o meio ambiente e preservar espécies tão essenciais para a diversidade biológica é um dos compromissos da AES Tietê. Em parceria com o Instituto Pró-Carnívoros, a companhia mantém, desde o final de 2013, o projeto A Onça-parda na Bacia do Rio Tietê

Agora, iniciará o Projeto de Monitoramento do Lobo-guará nos reservatórios das usinas hidrelétricas de Caconde, Limoeiro, Euclides da Cunha e Mogi-Guaçu, ambas da AES Tietê, localizadas no interior do estado de São Paulo.

Onça-parda (Puma concolor)

O projeto começou quando a empresa identificou a presença de onças-pardas na planta da Usina Hidrelétrica de Promissão, no interior de São Paulo. A partir daí a parceria foi idealizada para avaliar a situação ambiental das áreas sob influência das usinas da AES Tietê, além de entender a ecologia e o comportamento da espécie em um ambiente fragmentado. Essas informações são fundamentais para a definição de estratégias de conservação e seu sucesso.

“Na primeira fase do projeto conseguimos capturar um macho e duas fêmeas, que monitoramos por meio de rádio-colar no período de três e 13,5 meses. Com o indivíduo monitorado por mais tempo obtivemos como resultado a estimativa de área de vida de 156 km². Também colhemos informações sobre como esses animais utilizam as áreas, possibilitando um comparativo entre gêneros", afirma Tatiane Rech, analista de Meio Ambiente da AES Tietê.

A nova fase do projeto abrangerá os reservatórios localizados na bacia do rio Tietê. "Estamos muito otimistas com a segunda fase dessa iniciativa, que abrangerá uma área maior e, consequentemente, fornecerá mais informações sobre essa espécie”, completa a analista.

AES Tietê também apoiou a idealização do livro Conflitos com Mamíferos Carnívoros: Referência para o Manejo e a Convivência, disponível nas versões impressa e online. Realizado pelo CENAP – ICMBio, essa é uma importante publicação que aborda a relação entre mamíferos predadores e o homem indicando alguns caminhos que podem minimizar os conflitos nessa convivência, tornando-a, talvez, mais harmoniosa.

Lobo-guará (Chrysocyon brachyurus)

O objetivo do projeto, que também será realizado em parceria com o Instituto Pró-Carnívoros, é avaliar os riscos à sobrevivência do animal, que está cada vez mais ameaçado de extinção.

Por meio dessa ação será possível traçar estratégias direcionadas à conservação e ao manejo da espécie. “Como todo carnívoro de grande porte, o lobo-guará está sujeito a uma grande diversidade de ameaças; conhecê-las e se aproximar das comunidades locais, é a estratégia mais viável para se obter sucesso na manutenção de populações silvestres em longo prazo”, explica Ricardo Boulhosa, coordenador do projeto pelo Instituto Pró-Carnívoros.

O projeto será trabalhado em três eixos principais: pesquisa, educomunicação e conservação. Os trabalhos de campo terão início em dezembro deste ano, com a instalação de armadilhas fotográficas e contato com a comunidade rural. Já as capturas devem acontecer no primeiro trimestre de 2018, com previsão de oito animais monitorados nas áreas de influência dos reservatórios.

Será realizado na bacia do rio Pardo, no âmbito do Programa para a Conservação do Lobo-Guará, iniciativa criada para atender ao Plano de Ação Nacional para a Conservação do Lobo-Guará, coordenado pelo Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros - CENAP/ICMBio, instituição que também participará do projeto.

“A sobrevivência dos lobos em São Paulo depende do envolvimento da comunidade rural para a sua conservação. Por isso, a AES Tietê e o IPC estão se empenhando para fortalecer esse engajamento nos próximos anos”, finaliza Tatiane.

Notícias relacionadas

Desenvolvimento das comunidades

Vencemos o 20º Prêmio EY Empreendedor do Ano

Programa Transformação de Consumidores em Clientes foi o ganhador na categoria Sustentável

Desenvolvimento das comunidades

Um ano de muitas conquistas

Iniciativas do Instituto AES mobilizam pessoas e transformam comunidades

Desenvolvimento das comunidades

Luz, câmera, ação e cidadania

Instituto AES e AES Tietê revitalizam praça em São José do Rio Pardo e levam projeto Cine Itinerante na P...

Houve um problema no envio da mensagem.
Por favor, tente novamente.