Sustentabilidade

Mudanças climáticas

Setor empresarial e UNFCCC ratificam compromisso com o Acordo de Paris

AES Brasil reforça as ações da companhia no combate às mudanças climáticas

A+ A-

Em um encontro promovido pelo Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) no dia 03 de abril, em São Paulo, a AES Brasil e outras 11 empresas associadas ao CEBDS foram convidadas para dialogar sobre a implementação do Acordo de Paris no Brasil e no mundo, diante das últimas medidas adotadas pelos governos nacionais, em especial os Estados Unidos, que revogaram o Plano de Energia Limpa.

Com a participação de Patricia Espinosa, secretária executiva da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC, na sigla em inglês), os participantes falaram sobre as contribuições da iniciativa privada para a implementação do Acordo de Paris.

“O Brasil é um grande parceiro no processo de luta contra as mudanças climáticas. Dentro desse contexto, o setor empresarial brasileiro desempenhou um papel fundamental”, destacou Patricia Espinosa.

Durante a reunião, os participantes reforçaram a importância de se conceder ajustes fiscais às empresas que geram menos impactos ambientais em suas atividades, para que isso se reverta em maiores vantagens competitivas no mercado e impulsione outras iniciativas verdes. Também falaram sobre a validação dos instrumentos de precificação do carbono.

Como lição de casa, Patricia Espinosa sugeriu que este debate seja ampliado com a sociedade e que as empresas apresentem um posicionamento na próxima Conferência das Partes da Convenção Quadro das Nações Unidas para as Mudanças Climáticas (COP), prevista para acontecer em novembro deste ano em Bonn, na Alemanha.

Como a AES atua no combate às mudanças climáticas?

Luiz Eduardo Rielli, Gerente de Sustentabilidade da AES Brasil, falou sobre os compromissos assumidos pelo grupo com a Agenda 2030 da ONU, em especial sobre a energia limpa e a diminuição das emissões de carbono. “Geramos energia limpa, por meio das nossas usinas hidrelétricas, e temos investido constantemente em inovação e em fontes renováveis, como a energia solar fotovoltaica e a energia eólica, com o objetivo de reduzir os impactos ambientais das nossas operações”, destaca Rielli.

“Participamos de iniciativas empresariais no setor climático, como o CDP (Carbon Disclosure Project), o EPC (Empresas pelo Clima) e o GT Clima e Energia do Pacto Global. E, para reforçar a importância estratégica do tema nos negócios da AES, lançamos nossa Declaração de Compromisso para Mudanças Climáticas, um conjunto de normas que norteia nossas ações, rumo a uma economia de baixo carbono”, finaliza.

Notícias relacionadas

Mudanças climáticas

As mudanças climáticas realmente impactam no sistem...

Novas pesquisas científicas buscam entender a relação entre as condições meteorológicas e os efeitos nas r...

Mudanças climáticas

Transparência no combate às mudanças climáticas

AES Eletropaulo e AES Tietê obtêm qualificação Ouro no Programa Brasileiro GHG Protocol

Mudanças climáticas

Harmonia entre o meio ambiente e o sistema elétri...

Projeto Linhas Verdes é fruto da parceria entre a AES Eletropaulo e a Prefeitura da capital

Houve um problema no envio da mensagem.
Por favor, tente novamente.