Sustentabilidade

Desenvolvimento das comunidades

Um ano de muitas conquistas

Iniciativas do Instituto AES mobilizam pessoas e transformam comunidades

A+ A-
  • Evento comemorativo de 1 ano do Instituto AES
  • Julian Nebreda, presidente da AES
  • Marcos Mesquita, diretor-presidente do Instituto AES
  • Patricia Byington, gerente do Instituto AES
  • Roda de conversa com Victor Hugo, empreendedor do Litro de Luz; Dayane Fernandes, professora do projeto AES Eletropaulo nas Escolas, e Barbara Menezes, voluntária do programa Energia do Bem
  • Roda de conversa
  • Barbara Menezes, voluntária do programa Energia do Bem
  • Dayane Fernandes, professora do projeto AES Eletropaulo nas Escolas
  • Victor Hugo, empreendedor do Litro de Luz
  • Exposição de fanzines - projeto AES Eletropaulo nas Escolas
  • Exposição de fanzines - projeto AES Eletropaulo nas Escolas
  • Exposição de fanzines - projeto AES Eletropaulo nas Escolas

O Instituto AES comemora seu primeiro aniversário com ótimas histórias para contar. Histórias de pessoas e comunidades que tiveram suas vidas transformadas por meio de iniciativas inspiradoras, que reforçam a importância do trabalho em rede, da inovação social, do empreendedorismo e da criatividade na busca por soluções de energia com impactos positivos na sociedade e no meio ambiente. 

Criado com o propósito de contribuir com o desenvolvimento sustentável nas regiões atendidas pelas empresas do Grupo AES, o Instituto vem trabalhando com estratégias sociais inovadoras e projetos que promovem mudanças significativas nos hábitos de consumo de energia, assim como soluções criativas e empreendedoras de baixo custo, empoderamento e geração de renda. 

“Ao agregar tecnologia e inovação ao nosso conhecimento no setor de energia criamos oportunidades de desenvolvimento social. Vamos direcionar nossos projetos àqueles que querem ser protagonistas de sua própria história e, como resultado de suas ações, contribuir para transformar o meio em que vivem”, relata Patricia Byington, gerente do Instituto AES. 

Os pilares que conduzem o Instituto

Para nortear o trabalho do Instituto AES, nesse primeiro ano, foram escolhidos quatro eixos de ação: Formação do Cidadão, Inovação para o Desenvolvimento Social, Empreendedorismo Consciente e Voluntariado. 

Os resultados das ações são concretos. No projeto AES Eletropaulo nas Escolas, somente em 2017, mais de 80 mil alunos de 200 escolas públicas estão sendo impactados. A garotada do Núcleo de Ação para a Eficiência Energética (NAEE) esbanja proatividade e criatividade, na busca por soluções que levam à reeducação sobre os hábitos de consumo de energia e água, tanto nas escolas quanto em suas residências. 

Em inovação para o desenvolvimento social, o Instituto realizou uma parceria com a Artemisia, pioneira no fomento a negócios de impacto social. Mais de 150 empresas foram identificadas, o que resultou na aceleração de dois empreendedores sociais e em uma tese de impacto, que será divulgada ainda neste ano. Na geração de ideias, o destaque é a parceria com o Impact Hub e o Centro Paula Souza no projeto Pulsar, que promove o empreendedorismo e a inovação social para 160 alunos de três ETECs, em São Paulo.

Já no pilar de empreendedorismo consciente, o Instituto trabalhou no desenvolvimento de vocações e na formação de grupos produtivos. As hortas comunitárias, localizadas sob as linhas de alta tensão da AES Eletropaulo, são um bom exemplo de como ressignificar e aproveitar espaços para geração de renda. 

As ações de voluntariado do programa Energia do Bem também tiveram destaque nesse primeiro ano. Uma delas foi a instalação de postes sustentáveis em uma comunidade de baixa renda de São Paulo. A ação, realizada em parceria com a ONG Litro de Luz, beneficiou centenas de pessoas e teve o envolvimento de dezenas de voluntários da AES e da própria comunidade. Outra ação relevante, em parceria com o Projeto Uirapuru, e que ainda está em andamento, é a mentoria online de colaboradores da AES com estudantes em período de escolha de carreira. 

Celebrando o primeiro ano

Realizamos um evento de comemoração, que contou com a participação das lideranças da AES, demais colaboradores da companhia e alguns parceiros do Instituto. 

“O primeiro ano do Instituto foi bastante relevante para a AES. Tivemos grandes avanços na geração de ideias, fechamos novas parcerias e desenvolvemos projetos inovadores no campo social. Por meio das ações do Instituto queremos estreitar o relacionamento e gerar ainda mais valor aos nossos públicos”, destacou Julian Nebreda, presidente da AES. 

Uma das convidadas para o evento foi a Dayane Fernandes, professora do projeto AES Eletropaulo nas Escolas. “É uma grande responsabilidade e um grande privilégio estar aqui hoje. Os alunos se sentiram pertencentes ao projeto e, de forma coletiva e colaborativa, se organizaram, visitaram novos lugares e tomaram a iniciativa para promover o uso seguro e eficiente da energia elétrica na escola, nas suas casas e em suas comunidades. O projeto mudou a relação do aluno com a escola e consigo mesmo. Além disso, reforçou o protagonismo, a autoestima e o sentimento de cidadania dos jovens”, comemorou a educadora. 

Victor Hugo, empreendedor do Litro de Luz, foi outro participante convidado e reforçou a importância da parceria com o Instituto AES. “No Litro de Luz nós ajudamos e somos ajudados pela cultura e pelos conhecimentos da comunidade. No projeto com a AES construímos a muitas mãos, pois é assim que a gente trabalha. É muito satisfatório unir tantos mundos diferentes e mudar a vida das pessoas, pois as soluções de energia impactam em tudo – educação, saúde, bem estar social, geração de renda local. Essa parceria fortaleceu o nosso propósito”. 

A voluntária do programa Energia do Bem, Barbara Menezes, se diz gratificada pelas ações voluntárias do Instituto. “A ação de implantação dos postes sustentáveis foi muito impactante para mim. Aquele dia eu saí diferente, pois tive uma interação muito grande com as pessoas da comunidade, pude ouvir suas histórias e ver o quanto aquela ação fez a diferença na vida delas”.

 Um novo cenário em construção

Marcos Mesquita, diretor-presidente do Instituto AES, destaca os planos para o futuro. “É muito gratificante vivenciar esse momento, em que comemoramos o primeiro ano do Instituto. Para os próximos anos queremos ganhar em escala, fechar novas parcerias e impactar um número cada vez maior de pessoas”.

O Instituto AES abre, portanto, o potencial da inovação social para acelerar a transformação do setor elétrico ao mesmo tempo em que insere as comunidades nesse processo, que promete transformar para sempre a maneira como as pessoas se relacionam com a energia. “A inovação é necessária quando olhamos para os grandes desafios de desenvolvimento sustentável estabelecidos nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis da ONU. Precisamos inovar para solucionar e dar novas perspectivas aos anseios da sociedade”, finaliza Patricia.

Confira neste link o novo site do Instituto AES.

Notícias relacionadas

Desenvolvimento das comunidades

Pela conservação das onças-pardas e dos lobos-guarás ...

Projetos em parceria com ONG Pró-Carnívoros visam à preservação da fauna no entorno das usinas da AES Tiet...

Desenvolvimento das comunidades

Vencemos o 20º Prêmio EY Empreendedor do Ano

Programa Transformação de Consumidores em Clientes foi o ganhador na categoria Sustentável

Desenvolvimento das comunidades

Luz, câmera, ação e cidadania

Instituto AES e AES Tietê revitalizam praça em São José do Rio Pardo e levam projeto Cine Itinerante na P...

Houve um problema no envio da mensagem.
Por favor, tente novamente.